HAMLET EM PESSOA

(HAMLET, HETERÓNIMOS, PESSOA)

 
 



O espectáculo, um concerto poético que junta em palco o contrabaixista e improvisador Carlos Barretto e o actor André Gago, dá a ouvir a poesia de Mário Cesariny, Antero de Quental, Sophia de Mello Breyner, António Gedeão, Gomes Leal, Jorge de Sena, Mário de Sá-Carneiro, António Nobre, Teixeira de Pascoaes e António Feijó, que glosaram o tema de Hamlet. Por isso, Shakespeare está também presente e, claro, Fernando Pessoa, nas suas múltiplas vozes: Alberto Caeiro, Álvaro de Campos e Bernardo Soares.


Uma viagem onírica, com imagens simples mas cativantes (uma cama que atravessa a bruma do palco, duas marionetas, uma velha cadeira), e a música ao vivo de um dos mais conceituados músicos improvisadores portugueses.


OPINIÕES:


Voltei ao teatro para ver um espectáculo inesperado - Hamlet, Heterónimos, Pessoas... E aqui está como a poesia se alia brilhantemente à música, especialmente ao magnífico instrumento que é o contrabaixo. Álvaro de Campos, Alberto Caeiro, Cesariny, Jorge de Sena, Sophia de Mello Breyner e outros poetas maiores na voz de André Gago, secundado pela música original de Carlos Barreto. Espectáculo em tempo certo, espectadores interessados, um bom momento de teatro. Aplaudimos de pé. in Campo Grande - O blog pessoal de Maria João Rolo Duarte (jornalista)


Como conciliar, de forma genial, Hamlet, os Heterónimos e Pessoa. No início a dúvida, depois, a rendição. E, sempre, a dificuldade entre fazer as fotos ou ficar, simplesmente, a apreciar o texto, o teatro. E a música é fabulosa.  Paulo Martins, in http://cartafotografica.blogspot.com.


 

HAMLET: DE SHAKESPEARE A PESSOA

Youtube


http://www.youtube.com/watch?v=1vRhBZKmDnU





Concepção Geral e Encenação:

André Gago

Música Original: Carlos Barretto

Interpretação:

André Gago e

Carlos Barretto Figurinos:

André Gago, Ana Vaz e Maria Gonzaga Lda.

Desenho de Luz e Direcção Técnica: Marinel Matos Marionetas:

Marinel Matos


Duração aproximada: 80 minutos (sem intervalo)

M/12